Gurdjieff

Gurdjieff
Quem é Gurdjieff?

domingo, agosto 23, 2009

Fragmentos de um Ensinamento Desconhecido - Ouspensky

Li "Fragmentos de um Ensinamento Desconhecido - Em Busca do Milagroso" há muitos anos e desde o início percebi que estava diante de algo "diferente", algo que jamais vira em muita busca pelo oculto, o desconhecido, as chaves do desenvolvimento espiritual. Tudo era misterioso e excitante, a forma da narrativa em primeira pessoa conjugada com as observações cáusticas de Gurdjieff transcritas pontual e tempestivamente por Ouspensky o tornavam uma obra da estatura dos grandes romances maometanos do século XII ou dos relatos de aventuras incríveis e impossíveis. Definitivamente é algo que se inscreve no rol do abstruso e "fora do sentido comum" porque para a maioria dos homens e mulheres em seu estado de consciência vigente tudo o que Gurdjieff ensinava em suas palestras ressoaria como misticismo absurdo e um conjunto de paradoxos evidentes (Ouspensky fala logo nas primeiras páginas sobre um livrinho infantil de "paradoxos evidentes" da Coleção Stolypin,muito apreciada nos lares russos. O real é necessariamente um "paradoxo" evidente para quem possui a consciência objetiva).
Em 1914 o Império dos Czares estava dava seus estertores finais. O resultado da guerra estava sendo decidido no front e era pouco aspicioso para a aristocracia russa. Em Moscou Ouspensky observava os caminhões cheios de muletas novas em folha e sequer pintadas ainda que seriam destinadas às tropas na fronteira. As grandes cidades da Mãe Rússia eram assoladas pela fome e agitação social. O mundo estava prestes a ruir e nunca em toda a história se tinha tido notícias de guerra desta magnitude e extensão.
Em meio ao turbilhão de informações de um estado de guerra e uma economia paralisada Ouspensky tenta se situar em Moscou, onde exerce a profissão de jornalista. Havia publicado seu opúsculo "Tertium Organum" e contava com um bom círculo de amigos na capital imperial e certo prestígio. Há pouco tempo retornara de viagem ao Oriente (India e Tibete) e descrevera suas experiências em pequenos artigos, o que não passara desapercebido ao grupo de um misterioso "oriental" que vendia tapetes. Ao mesmo tempo, ao manusear os folhetins da época tomara conhecimento de um ballet que estava sento representado em Moscou que se chamava "A Luta dos Magos". Seu autor era um "hindú", um "oriental". Posteriormente travaria contato pessoal com esse "oriental" e os primeiros rudimentos publicados da orientação do "Quarto Caminho" iriam vir à luz.

5 comentários:

Norma Villares disse...

Esta Escola é bárbara! Nunca ninguém falou tão bem sobre estados da consciência, como Gurdjief. E seu amigo transliterou para nós pobres seres mortais, rsrsrsr. Você é um pouco de Gurdjief, está precisando de um Oupensky. Brincadeirinha INRI, pra desopílar o fígado! ( tem um erro de digitação no 2º parágrafo, auspicioso)

jose carlos neves disse...

Depois de tertium Organum, foi outro livro que "mudou minha vida"...

Anônimo disse...

BAIXAR O LIVRO PDF NESSE SITE, HÁ 2 LINK'S:
----------------------
http://storage35-free.uloz.to/Ps;Hs;fid=108586332;cid=1774478031;rid=1107975167;up=0;uip=186.214.159.117;tm=1465324993;ut=f;aff=ulozto.net;did=ulozto-net;He;ch=05730b475b20c1e5693634486b003ca3;Pe/xU1u42cu/ouspensky-fragmentos-de-um-ensinamento-desconhecido-em-busca-do-milagroso-pdf?bD&c=1774478031&De&redirs=1
---------------------
https://www.ulozto.net/xU1u42cu/ouspensky-fragmentos-de-um-ensinamento-desconhecido-em-busca-do-milagroso-pdf
---------------------

Anônimo disse...

ESSAS IDEIAS ESQUIZÓIDES NÃO MUDAM A VIDA DE NINGUÉM. É MUITA ALIENAÇÃO PARA O MEU GOSTO!

ANALISTA DE SISTEMAS - JUNIOR FERREIRA disse...

Obrigado Adorei o livro !

Estou compartilhando toda minha biblioteca:

https://drive.google.com/drive/folders/0BwRy6q6MoGTpV2VhQUNtb3ItVGs?usp=sharing