Gurdjieff

Gurdjieff
Quem é Gurdjieff?

quinta-feira, novembro 24, 2005

Daniela Mercury zomba do Papa

Não é possível que uma criatura vulgar, um subproduto da mídia histriônica baiana, a Sra. Daniela Mercury, ouse insinuar que irá entregar uma camisinha ao Papa Bento XVI no interior de um livro. Julga que o Vaticano pode ser tratado nos mesmos termos chulos que emprega em sua música e analisado sob a ótica medíocre de um raciocínio pobre, dominado por considerações da opinião pública.. O Vaticano é uma Instituição Milenar e o Papa, chefe de uma Igreja que congrega milhões de adetos. Deve ser respeitado, como dignatário de um país e líder de uma das maiores religiões do Mundo.

Entrementes, a proibição do uso da camisinha deve ser compartilhada por todas as fés cristãs. Embora não seja cristão, admito que uma religião deva zelar pela coerência entre práticas e suas doutrinas. O sexo, no cristianismo, é muito mais um meio para a procriação que uma brincadeira para obtenção de prazer. Admitir que a concepção pudesse ser evitada com o preservativo equivale a negar o princípio da vida e associar o ato sexual à egoística satisfação de institutos animais.

O que mais causa estranheza é que ninguém pede a um "Mullah" muçulmano para liberar as bebidas alcóolicas e a camisinha. Não há viv'alma que se preocupe com a ortodoxia sexual de algunas rabinos judeus e poucos se levantam contra os moralismos das diferentes seitas cristãs protestantes. Mas se o Vaticano faz isto ou aquilo, logo todos os "guardiões das liberdades" de plantão se levantam. Nunca nos esqueçamos: o Vaticano é de "direita", cometeu "atrocidades na Inquisição" e blábláblá.

Mas este é assunto para discussões futuras. Isto dá é pano para a manga.
Quando à Daniela. esta Senhora se diz católica, mas prova que é uma vulgar, pobre de espírito e que desconhece totalmente as doutrinas da Santa Madre Igreja. Volta pro Trio Elétrico e pra pipoca Daniela e deixe-nos em paz!

4 comentários:

Anônimo disse...

A Igreja pode ser isso tudo, mas tem os seus crimes hediondos manchados na sua hisória. Queimavam vivas as pessoas acusadas de herejes, com o único objeivo de se apropiar dos bens dos desafortunados.

Pitacko disse...

Totalmente de acordo.Talvez o Papa devesse enviar a ela algumas partituras para ela aprender o que é música de verdade...

Leo Frobenius disse...

É anônonimo, porém todas os movimentos religiosos que se transformam em religiões estabelecidas sofrem dos mesmo mal. Uma vez organizados praticam o contrário do que anteriormente pregavam.

Anônimo disse...

Eu vejo assim: na teoria tudo é muito bonito, mas numa época onde as pessoas morrem de aids e de outras dst, não há espaço para se falar de cultura, história, tudo muito belo mas pouco prático... Tem que usar camisinha sim, e a igreja deveria ser a favor, pois é o povo que vai usar não os padres! A igreja tem que orientar essa grande população, principalmente os indigentes que só tem no sexo alguns momentos de felicidade. Falar de cultura para nós que estamos lendo este blog é uma coisa, agora atingir as massas pobres e ignorantes é outra, tem que ser eficaz e direto e não ficar falando de pecado, pecado é não ter vida digna, é passar fome, é já nascer com aids. É o que penso. Mas acho também que a Daniela sendo uma figura pública, foi de uma grosseria sem par.